Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Novembro 18 2009

 

O João era órfão de pai. A mãe era muito pobre e além disso, tinha duas manas mais novas que ele.
Estava a chegar o Natal.
O João fazia recados e sempre que voltava para casa, à tarde, vinha sempre olhando as montras e dizia para consigo:
 
- Mas porquê Senhor há tantos meninos que têm tudo e outros não têm nada? Acaso não serei teu filho Senhor?
Não serei digno do teu amor?
Porque levaste o meu pai, que era tão nosso amigo?
 
Assomou uma lágrima ao canto dos olhos.
 
O dono da loja, todos os dias via aquela criança, de nariz colado ao vidro da montra, olhando atentamente, tudo o que lá estava exposto.
 
Naquele dia era véspera de Natal, e o garoto, mais atento que nunca, lá estava de novo de nariz colado.
O dono da loja, enternecido, chamou-o.
- Oh miúdo, anda cá.
Mas o João com receio afastou-se e ia já embora. O senhor da loja insistiu e disse:
- Olha, anda cá. Eu quero falar contigo.
O que é que tu fazes que passas aqui sempre à mesma hora, e ficas parado olhando atentamente a minha montra?
 
- Eu faço recados. A minha mãe é muito pobre, tenho duas manas e não temos pai.
A minha mãe não tem dinheiro para comprar o que nos faz falta e eu fico encantado a olhar a montra, e de noite sonho.
 
-Então tu não pões o sapatinho na chaminé?
 
-Para quê? Se o Pai Natal despreza-nos. Nem por lá passa.
- Anda, vai para casa e põe o teu sapatinho na chaminé e o das tuas manas. Quem sabe se o Pai Natal passará por lá este ano.
Experimenta! Como tu és bom menino, talvez Ele tenha reparado mais em ti, vais ver.
 
O João foi para casa contando à mãe o sucedido. A mãe chorando disse:
- Meu filho! Será que não vais ter outra decepção?
- Mãe! Eu acredito no Menino Jesus, e tenho-Lhe pedido muito nas minhas orações, quando me vou deitar
 
A mãe atenta à conversa do filho, pensou:
- Será que alguém nos vai ajudar este Natal?
 
Os filhos puseram o sapatinho na chaminé e foram-se deitar.
 
Mais logo, umas pancadinhas leves na porta.
A mulher com receio, perguntou:
- Quem está aí?
- Sou eu, o senhor da loja.
Ela abriu a porta e qual não foi o seu espanto? O homem trazia um caixote de brinquedos, roupas, chocolates e rebuçados, tudo o que uma criança pobre necessita, e chorando, o homem disse:
 
‘- Sabe minha senhora, eu tinha un filho e Deus mo levou. O seu filho tocou-me o coração. A senhora, sendo mais pobre, é mais feliz do que eu, que tive um só filho e morreu.
 
Dizendo isto a chorar, desejou um Natal Feliz e um Ano Novo Próspero, e retirou-se.
 
No outro dia - dia de Natal - o João levantou-se e foi à cozinha com as manas. Ficaram boquiabertos. O João só disse:
- Obrigado Senhor! Irei rezar mais vezes por Ti! Obrigado!
publicado por milualves às 19:06

Novembro 18 2009
 
RECORDANDO

 

(soneto sem a letra I)

 

 Recordo aquele tempo com saudade
Como se fosse um sonho o nosso enlevo;
Tão jovens, um amor pouco à-vontade,
Mas que era, por tão puro, de relevo

 


Às vezes desenhar também me atrevo
Os traços do teu rosto de bondade;
Passaram tantos anos... e te escrevo
Como se tu me lesses na verdade...

 


Porém passou o tempo em volta tanta,
Eu falo, dou vazão ao que me encanta,
E vou no meu percurso, já maduro

 


Tu eras uma flor e tão pequena!...
Aroma tão suave, de açucena,
Que cedo se esbateu pelo chão escuro.

 


Joaquim Sustelo

(em CAMINHOS DA VIDA)

 

publicado por tardesdeoutono às 12:00

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

19
20

24
26

30


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO